1 de mar de 2013

Corrupião

O Corrupião é uma das mais apreciadas aves de gaiola, conhecido e apreciado no Brasil não só pelo seu canto que é belo e estranho, como pela beleza de sua plumagem, é de colorido vivo, onde o preto se alterna com o amarelo-alaranjado e o branco; na cabeça possui uma máscara preta que alcança parte do peito; a porção ventral é amarelo-alaranjada e se estende até o inicio da cauda. Na nuca possui uma mancha alaranjada.

As asas são pretas havendo em cada lado dispostas no sentido longitudinal manchas brancas de regular tamanho. Abaixo das asas, na porção dorsal, a cor é amarelo-alaranjado como no ventre.
Os olhos são grandes e vivos; a íris é de cor preta formada por um circulo amarelo. O bico é pontiagudo e de cor escura. As unhas são escuras; as penas e os dedos são acinzentados.
Mede cerca de 23 cm. Uma das aves mais lindas e, em matéria de voz, das mais dotadas deste continente. Canto claro e sonoro de plangente maviosidade ou entonação melancólica, frequentemente motivos  repetidos. Tomam posições grotescas quando cantam, ficam até de cabeça para baixo ou esticam o pescoço exageradamente para cima. É um excelente cantor e imitador de cantos de outras aves, e utiliza-se desta variedade de canto e da beleza de sua plumagem para seduzir a relutante fêmea.

Não há dimorfismo sexual; muito difícil reconhecer os sexos; macho e fêmea cantam. 
Reproduz entre a primavera e o verão. Na época do acasalamento, ele canta e dança até que a fêmea aceite a cópula. Esta põe 2 ou 3 ovos, chocando-os por 14 ou 15 dias. Pertence a mesma família do chopim, parentesco este que lhe confere um "carater" duvidoso; pois tem o hábito de invadir ninhos de outras espécies como: os de João-de Barro, Xéxeu, catorrita e as vezes constrói ninho em buracos de madeira.Ele desbanca os donos e joga fora os seus ovos ou as suas crias. A diferença comportamental no quesito "carater", em relação ao chopim, é que o corrupião cria seus filhotes e o chopim nem isto faz, inclusive parasitando o próprio parente, o corrupião.
Depois de nascidos os filhotes, o pai e a mãe se revezam nos cuidados com a prole. Os filhotes nascem com a mesma coloração dos pais, apenas com uma tonalidade mais fosca,  saem do ninho em torno de 15 dias e passam a se alimentar sozinhos aos 40 dias.

Alimentam-se basicamente de frutas, legumes e verduras como maçã, laranja, goiaba, banana, jiló, berinjela, cenoura, beterraba, couve, almeirão. Aceitam muito bem larvas de tenébrio, aranhas e insetos.
Esta espécie está ameaçada, devido a destruição do seu habitat, a caça indiscriminada, tráfico de animais. A ave é apreciada pela beleza e pelo versátil canto. 

A espécie aprende facilmente, quando jovem, a conviver com pessoas. Facilmente se amansa em cativeiro podendo mesmo sair da gaiola e se manter pousado na mão do tratador. Há uma grande interatividade dele com o dono. Pássaro belíssimo, canto suave e sobretudo amigo. Basta cumprimentá-lo e tudo muda: estica-se todo, pula de um puleiro para outro, vira de ponta cabeça e canta, nem foge quando tirado da gaiola, aprende diversos truques. Devido a estes fatos, aliados ao descaso do Brasil com seu tesouro biológico, vêm atacando veementemente a espécie.



Enfim....É um pássaro único....






Créditos:







2 comentários:

  1. apareceu um aqui na minha casa neste domingo, no meu muro ,cantou lindo demais , imediatamente coloquei laranjas para ele, mas ele foi embora, mas valeu apena ouvi-lo cantar , obrigado meu DEUS !!!!!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia!
    Eu tive o prazer de comprar um casal, agora estou aprendendo com eles.

    ResponderExcluir